Saiba como conquistar clientes na advocacia sem ferir o Código de Ética da OAB - Conecta Advogado

Saiba como conquistar clientes na advocacia sem ferir o Código de Ética da OAB

A advocacia é uma das profissões mais reguladas do Brasil. Entre as várias limitações e especificidades que todos os advogados devem observar em território nacional, estão as regras do Código de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil.

Sem ferir seus dispositivos, como o advogado pode conquistar clientes em seu dia a dia? O que é permitido e o que é proibido? Continue a leitura e saiba mais informações.

Tenha um site com informações essenciais sobre seu escritório

Um site pessoal ou do escritório de advocacia é um dos melhores cartões de visita que você pode ter para conquistar novos clientes. Além de aparecer em ferramentas de busca online, possíveis clientes terão acesso a suas áreas de atuação, horário de atendimento, equipe, principais formas de contato e outros serviços oferecidos.

É importante, no entanto, não publicar os valores dos seus serviços e nem realizar atendimentos pela internet, conforme dispõe o artigo 29, nos incisos XXXVI e XXXVII, respectivamente, do Código de Ética e Disciplina.

Conquiste clientes com discrição e moderação

De acordo com os artigos 28, 30 e 31 do Código de Ética e Disciplina da OAB, o advogado deve observar a discrição e a moderação quando divulgar os serviços que presta.

O que isso significa, na prática? Basicamente, que esse profissional não deve fazer anúncios muito ostensivos, como na TV, rádio e publicações impressas. Da mesma forma, elementos visuais que identificam o local do escritório, como fotografias, placas, fachadas e sinais de identificação, devem ser discretos e manter a reputação séria da profissão. À vista disso, seja sempre moderado em seu marketing pessoal.

Divulgue prêmios e conquistas do escritório

Advogados podem divulgar o reconhecimento profissional que receberem em prêmios especializados, rankings nacionais e internacionais, bem como eventos nos quais os membros do escritório participarão como palestrantes (artigo 29, incisos XVII e XVIII do Código de Ética e Disciplina).

Entretanto, é importante que essa divulgação não compreenda a participação do escritório ou de seus membros em eventos estranhos à atividade jurídica (artigo 29, XXXII).

Se especialize em outras áreas do Direito

Para ter uma ampla cartela de clientes em seu escritório, muitas vezes é preciso atuar também em variadas áreas. Em geral, há quem atue com Direito do Trabalho e Previdenciário, por exemplo, porque são áreas complementares.

O mesmo ocorre com advogados especializados em Direito Empresarial e em Propriedade Intelectual. Busque especializações em áreas complementares à sua e capte mais clientes pela importância da sua qualificação.

Todas essas informações podem constar no currículo digital do escritório, referente aos advogados associados e colaboradores da equipe. Para os clientes, essa é uma forma de atestar competências e garantir maior respaldo em relação ao atendimento.

Participe de eventos especializados

Congressos, seminários, simpósios, reuniões e outros eventos especializados são ótimos espaços para fazer networking e divulgar seus serviços, desde que afins à atividade advocatícia. Você poderá participar como palestrante, patrocinador e até mesmo ouvinte. Mas lembre-se de preparar materiais de divulgação, como cartões de visita e prospecto de serviços prestados.

Use redes sociais e outras formas de comunicação

Sim, é possível utilizar redes sociais e até mesmo apps como o WhatsApp para manter um contato entre o escritório e seus clientes. No entanto, valem também os mesmos aspectos do Código de Ética e disciplina: não se deve divulgar preços, cartela de clientes atuais, casos específicos em que atuou, nem mesmo enviar publicações não solicitadas, como spam e postagens invasivas.

Com essas informações em mãos, conquistar novos clientes para seu escritório é algo mais factível do que você imaginava.

Gostou do conteúdo? Curta a página da Conecta Advogado no Facebook e fique por dentro de mais postagens como esta.


Deixe um comentário