Entenda como conciliar a advocacia com a gestão do escritório - Conecta Advogado

Entenda como conciliar a advocacia com a gestão do escritório

Exercer a profissão de advogado e, ao mesmo tempo, gerenciar um escritório de advocacia, não é uma tarefa fácil. No entanto, com disciplina e organização, é possível conciliar as duas atividades, sem que uma delas saia prejudicada. Pensando nisso, elaboramos o presente artigo com dicas e orientações preciosas. Confira.

Gerencie as finanças e controle pagamentos e despesas

O advogado que pretende exercer a sua profissão e gerenciar um escritório deve ter em mente que a gestão de suas finanças pessoais e das finanças do escritório devem ser realizadas separadamente.

A dica, nesse caso, é criar estratégias e fluxos de trabalho organizados para conseguir realizar as duas atividades e evitar deslizes.

À vista disso, é importante que o advogado crie procedimentos organizados e documentados para evitar a confusão entre as suas contas e as contas do escritório.

Considerando que as finanças do escritório envolvem valores mais altos e mais documentos do que as finanças pessoais do advogado, conheça abaixo as principais práticas que podem ajudar o advogado a organizar melhor as finanças do escritório:

  • determinar os procedimentos de reembolso e pagamento de despesas e realizar o seu controle por meio de formulário ou ficha, incluindo a cópia dos recibos em anexo;
  • planejar, previamente, as estratégias de cobrança de inadimplência, com a elaboração de contratos que incluam multas, correções e uma cláusula penal eficaz;
  • economizar e pesquisar preços para contratação dos custos fixos do escritório;
  • criar um fundo de reserva para pagamento de férias e 13º dos funcionários, bem como para gastos imprevisíveis;
  • manter um bom relacionamento com seus gerentes de bancos, que poderão garantir melhores condições de investimentos e negociar juros favoráveis para possíveis empréstimos.

Contrate advogados correspondentes

Com a contratação de advogados correspondentes para o escritório, o advogado poderá se dedicar a outras atividades, como o atendimento a clientes, a análise de casos mais complexos e a elaboração de peças processuais.

Instale softwares de gestão de escritório de advocacia

A tecnologia já está sendo usada em muitos setores da economia para facilitar e potencializar o trabalho de muitos profissionais.

Na advocacia, não poderia ser diferente. Muitos softwares de gestão de escritório estão disponíveis no mercado e permitem que o advogado controle as atividades exercidas pelos associados e demais funcionários, bem como o andamento dos processos que acompanha.

Desse modo, o advogado não gastará muito tempo controlando o que cada um dos funcionários do escritório está fazendo, nem o status das demandas ajuizadas. Bastará consultar as informações disponíveis no sistema.

Defina fluxos de trabalho

Outra estratégia essencial para a organização do trabalho do advogado como gestor do escritório é a definição de fluxos de trabalho.

Isto significa que o profissional deverá estabelecer uma parcela do seu dia de trabalho para executar as atividades típicas da advocacia e outra para a gestão do escritório.

Ele poderá determinar, por exemplo, que o período da manhã será destinado ao pagamento de contas e verificação das metas dos funcionários e a parte da tarde será dedicada às reuniões com clientes e à elaboração de documentos e peças processuais.

Viu como é possível exercer a profissão de advogado e ainda fazer a gestão do escritório de advocacia? Agora que você já sabe como fazê-lo, que tal aprofundar ainda mais sobre o assunto e aprender a manter as finanças em dia no escritório? Até o próximo artigo.


Deixe um comentário