Atuar em escritório ou fazer concurso público para advogado: qual a melhor opção? - Conecta Advogado

Atuar em escritório ou fazer concurso público para advogado: qual a melhor opção?

Uma dúvida que muitos recém-formados em Direito tiveram diz respeito a qual carreira seguir: se é melhor atuar em escritório, ou fazer concurso público para advogado. Afinal, os melhores concursos públicos em termos de carreira e salários exigem algum tempo de prática advocatícia de seus candidatos, como as Defensorias Públicas do Estado e da União, e a Advocacia Pública (União, Estados, Município). Mas qual seria a melhor opção? Confira estas informações:

Vantagens e desvantagens da atuação em escritórios de advocacia

1. Melhores salários em longo prazo

Por mais que os salários iniciais de uma advocacia pública sejam atrativos, a advocacia privada ainda costuma apresentar melhores benefícios financeiros em longo prazo, especialmente para advogados que se tornam referência em suas respectivas áreas de atuação.

2. Atuação mais dinâmica e desafiadora

Em relação a esse aspecto de atuação profissional, é importante destacar que o cotidiano do advogado na esfera privada apresenta maior dinamismo e desafios do que qualquer outra carreira pública. Assim como o mercado, as demandas dos clientes se transformam e evoluem, o que é ideal para quem busca constante atualização e aperfeiçoamento profissional.

3. Liberdade para direcionar sua carreira

Como advogado autônomo ou em escritórios de advocacia, é possível direcionar seu crescimento profissional em áreas pelas quais você tem maior interesse. Todas as suas escolhas de estágio, especialização, transições entre escritórios, entre outras, determinam sua área de atuação futura. Esse direcionamento da carreira costuma ser mais restrito na advocacia pública.

4. Ambiente de trabalho demandante

No âmbito privado, o ambiente de trabalho em um escritório de advocacia pode ser bastante demandante, com a necessidade do cumprimento de prazos, metas, demandas de uma cartela variada de clientes, entre outros aspectos. Na advocacia pública, essa rotina costuma ser mais tranquila e menos demandante, o que significa maior qualidade de vida para o profissional.

Concurso público para advogado: o que deve ser levado em consideração

1. Aumento da concorrência nos concursos

Assim como houve aumento de vagas em concursos nos últimos anos, essa elevação também foi acompanhada por maior concorrência. Cada vez mais, é preciso superar expectativas, estudar durante anos e fazer diversos sacrifícios para atingir a aprovação.

2. Mais vagas, mesmo com o país em recessão

Uma das maiores vantagens da advocacia pública é o fato de ela não estar atrelada às oscilações do mercado. Ainda que em crise, são constantes os concursos e vagas para preenchimento de cargos em defensorias públicas, advocacia da União, Estados e Municípios.

3. Falta de recursos e de suporte no setor público

A advocacia no setor público lida com diversos problemas estruturais, como a falta de local e pessoal adequado para trabalho, especialmente no interior. Há também menor incentivo à produtividade profissional, o que acarreta ambientes bastante improdutivos e desmotivadores.

4. Bons salários desde o início da carreira

Os salários, no entanto, costumam ser bons desde o início da carreira, o que serve como incentivo para muitos profissionais buscarem essa opção. A depender do ente federativo, ou do tipo de concurso realizado, há equiparação salarial com magistrados e promotores de justiça, o que torna a advocacia pública um caminho de carreira bastante interessante.

5. Remoções e atuação em cidades nas quais você não escolheu morar

Um dos aspectos negativos da advocacia em carreiras públicas é a necessidade de atuar em cidades e regiões nas quais você não escolheu viver. Especialmente no início da carreira, as remoções para o interior são frequentes, o que pode tornar o dia a dia da profissão um pouco frustrante e desmotivador.

Como se pode perceber, há prós e contras em relação à atuação em escritório e em relação ao concurso público para advogados. É preciso escolher de acordo com suas próprias habilidades e objetivos de carreira. Gostou deste conteúdo? Aproveite para curtir a página do Conecta Advogado no Facebook!


Deixe um comentário